Sunday, 27 May 2007

Xanana Gusmão confia em vitória nas eleições com 40% dos votos


Díli, - O ex-presidente do Timor-Leste Xanana Gusmão declarou hoje à Efe que espera vencer as eleições legislativas com 40% dos votos, o suficiente para que seu partido, o recém-criado Congresso Nacional da Reconstrução Timorense (CNRT), governe o país.

"Nosso objetivo é obter 40% dos votos dos mais de 500 mil eleitores timorenses", disse Gusmão no escritório do CNRT em Díli, a capital do país.

Na sua opinião, "será ruim para a democracia do Timor se o partido receber uma votação maior".

Gusmão, que fundou o partido no mês passado, insistiu que não quer uma vitória "por goleada".

"Mas estamos preparados para 40%, que nos permitiriam fazer uma mudança no país", previu.

Gusmão explicou que criou o CNRT porque o Timor pede uma mudança após cinco anos de Governo do Fretilin, ao qual pertenceu durante os anos da luta armada contra a ocupação indonésia.

O governamental Fretilin, de orientação marxista, controla atualmente o Parlamento e disputará com Gusmão e outros 12 partidos as eleições legislativas.

Nas eleições presidenciais, o independente José Ramos Horta venceu o candidato do Fretilin, Francisco Guterres.

Ramos Horta também se desvinculou do Fretilin, que responsabiliza pela onda de violência que há um ano mergulhou o país numa crise.

5 comments:

Anonymous said...

Cuidado:
Nao cantem victoria antes de tempo;
Ja afinaram programa de Governo para os proximos5 anos?..
Seria bom que o tornacem publico, o mais depressa possivel.
Gostaria de o conhcer e se nessecario, oferecer tambem algumas ideias. Ca fico a espera
Obrigado
R G

Anonymous said...

VAMOS A ISSO.

LIBERTADA A PATRIA, LIBERTEMOS O POVO das garras dos despotas.

VIVA O CNRT!
VIVA A UNIAO NACIONAL!

Anonymous said...

Nos os Timorenses lutamos contra despotas durante dois periodos da nossa Historia: durante a era do colonial fascismo de Salazar/Caetano e durante a ocupacao selvatica do nosso pais pelo regime militar fascista de Suharto. Agora, despois de um breve periodo de liberdade e inicio de um processo de consolidacao da democracia, novos ocupantes chegaram como aves de rapina em conluio com politicos oportunistas. Vamos RESISTIR, nem que tenhamos que levar outros 463+24 anos!!!

cobramalai said...

pode ser que o anónimo das 21:14 de 27maio não se lembre, mas quem libertou a pátria (da invasão indonésia, claro está) não foram sómente os senhores do partido CNRT mas sim muitos, muitos outros que têm outras cores políticas, que não têm cor política alguma, os que estavam em timor, os que tinham armas e os que os alimentavam, os que nunca lá haviam estado, os que fugiram, os que voltaram, os que nasceram ou cresceram longe..... foram inúmeras as pessoas, inúmeros os anónimos.... haja mais modéstia meus senhores...!

....e por falar em modéstia, ao/a senhor/a RG das 16:45, não acha que é muita presunção da sua parte ficar "à espera" que o contactem para que dê o seu "brilhante" contributo a timor...?!! se anda na net, porque não procurar, e deve encontrar sem dificuldades, algum site do partido que tanto pretende ajudar, e entre em contacto, e partilhe as suas ideias... ....acredite, o que Timor menos precisa é de tamanha presunção e água-benta!

Anonymous said...

O Sr/a cobramalai, o anonimo das 21:14 de 27 Maio e' Timorense e sabe muito bem do que voce disso e de muito mais.

Nao percebo o seu comentario dirigido a mim ate porque eu nao escrevi nada que contrarie o facto de ter sido os Timorenses em geral que libertaram Timor.

Por outro lado a Fretilin foi o partido que sempre, sempre tentou ser dono da libertacao e dono do povo. O seu comentario seria melhor dirigido para pessoas como o camarada Mari ou a minhoca chamada margarida.