Sunday, 27 May 2007

Ramos Horta e Xanana Gusmão defendem união nacional timorense


Díli- O presidente do Timor-Leste, José Ramos Horta, e seu antecessor no cargo, o candidato a primeiro-ministro Xanana Gusmão, pediram hoje ao povo timorense que restabeleça a união nacional, um ano depois da morte de 11 policiais num combate com tropas do Exército, um momento crítico da crise que ainda afeta o país.

"A união nacional se rompeu no ano passado e agora nós, timorenses, temos a obrigação de curar as feridas e de nos unir a nossos irmãos e irmãs para voltarmos a ser o povo que éramos antes da crise", disse Ramos Horta.

"Não devemos culpar uns aos outros. Devemos reconhecer o erro de todos nós e aprender a lição desta crise, para que ela não se repita no futuro", acrescentou o prêmio Nobel da Paz de 1996.

Uma cerimônia oficial em Díli recordou o confronto entre membros do Exército e da Polícia.

Daqui a quatro dias começa a campanha para as eleições parlamentares de 30 de junho. Autoridades e observadores internacionais temem que a violência possa se agravar devido à disputa eleitoral.

"A situação é de estabilidade na maior parte do país, mas temos que dizer de maneira honesta que há algumas áreas do território onde temos problemas", admitiu ontem o primeiro-ministro interino, Estanislau da Silva.

4 comments:

Margarida said...

O RH diz que a "união nacional" só se rompeu o ano passado. Engano, surdez ou esquecimento dele, pois que o XG que agora se mostra tão alegadamento adepto da tal "união", disse no ano passado em mensagem à nação, a 22 de Junho a seguinte barbaridade: "Enquanto Presidente da República, quando me desloco ao estrangeiro, falo sempre da mesma forma: Timor, é mesmo um caso de sucesso, porém esse sucesso só durou até 20 de Maio de 2002."

Alguém acredita que quem se gaba deste disparate está ou alguma vez esteve interessado na "união"? Qual quê, o único interesses destes dois é deterem o poder absoluto, isso é que para eles significa "união nacional".

Anonymous said...

Margarida e e sera sempre a campea da desuniao Nacional.
Matebian

Anonymous said...

Alguém pode explicar-me porque é que MA continua a ocupar a residência oficial de Primeiro Ministro. E se MA vai mantê-lo nessas instalações do Estado timorense depois das eleições de 30/6. Obrigado.

Anonymous said...

A margarida e' campea da desuniao Timorense mas no entanto ela nem Timorense e' como nunca pos os pes em Timor.

Deve ser completamente ignorada.