Thursday, 31 May 2007

Morre um dos cinco feridos em briga após comício no Timor-Leste





31/05/2007 - 04h13

As autoridades do Timor-Leste confirmaram hoje a morte de uma das quatro pessoas feridas na véspera numa briga entre militantes dos dois partidos favoritos nas eleições legislativas de 30 de junho.

Fontes do Hospital Nacional de Díli informaram que o morto é Dino Casarua, de 23 anos. Ele entrou em coma pouco depois de ser internado com ferimentos muito graves no lado direito da cabeça.

Casarua foi uma das quatro pessoas que ficaram feridas por causa da granada que explodiu durante uma briga ao lado de um escritório da Frente de Resistência do Timor-Leste Independiente (Fretilin) em Díli.

Também ontem, partidários do Fretilin agrediram seguidores do Congresso Nacional de Reconstrução Timorense (CNRT) que assistiam a um comício no leste do país. Uma pessoa ficou ferida.

Fretilin e CNRT são os favoritos entre os 16 partidos que disputarão as eleições legislativas de 30 de junho.

5 comments:

Anonymous said...

Pucha em tempos desses mais vale pertencer a um partido pequeno como a UDT ou ASDT para nao apanhar porrada.
Matebian

Anonymous said...

O Mari Alkatiri bem que tibha dito que se a Fretilin perdesse o sangue iria correr.

Estes incidentes sao provas que ele nao estava a brincar quando disse isso e tambem demonstra o tipo de pessoa que ele e'.

Alguem tem duvidas que o MA estava dentro do plano do RL? Talvem nao hajam provas suficientes para o incriminar mas acho que ninguem tem duvidas disso.

Anonymous said...

Os da Fretilin levam porrada, têm as casas queimadas, são obrigados a fugir para os campos de deslocados ou para os distritos e o Mari é que tem a culpa? Ora tomem mas é juízo, acabem mas é com a violência e digam ao XG que o povo já lhe perdeu o respeito pois já percebeu que ele os dividiu antes e continua a dividi-los agora e assim como os traiu antes, continua a trai-los agora.

E digam mas é à ONU que está na hora de deter o Alfredo e o seu gang e todos os milícias que continuam armados e com granadas. Prendam esses desordeiros para terem alguma paz pois já houve mortes demais!

cobramalai said...

ao anónimo anterior.... se alkatiri quisesse mesmo sangue há já muito tempo o teriamos em grande escala.... ninguém em timor, ninguém, é ou santo ou pecador, e além disso, em qualquer um dos lados da barricada, há grupos e elementos a quem a voz de comando não alcança.... é pena também que se tenham dois pesos e duas medidas, e que quando os representantes da Fretilin são ameaçados com violência nas suas casas, quando ha perseguições aos seus militantes como tem acontecido um pouco no último mês em liquiça e ermera, que ninguém comente ou alvitre sobre os possíveis interessados em causar tais danos...

Anonymous said...

Não parexe que Mari Alkatiri deseja sangue! Politicamente ele não viria a facturar nada. Pelo contrário, mesmo que não fosse a FRETILIN, fazer "milando" cair-lhe-ia as culpas em xima.