Monday, 4 June 2007

Xanana Gusmão vai continuar a campanha eleitoral no distrito de Baucau, apesar dos incidentes violentos

Xanana Gusmão vai continuar a campanha eleitoral no distrito de Baucau, apesar dos incidentes violentos de domingo de que resultou a morte de um elemento da comitiva, disse hoje à Lusa, um responsável da candidatura.

José Luís Guterres, um dos 14 elementos da Fretilin-Mudança que integram as listas do Congresso Nacional de Reconstrução de Timor-Leste (CNRT), liderado pelo ex-Presidente da República, disse à Lusa que Xanana continua a campanha "a bem da democracia".

Após os incidentes, em Viqueque, no centro leste do país, a caravana de Xanana retirou-se por precaução para Baucau.

Um segurança da campanha do CNRT, Afonso Kudelai, de Ossú, "foi morto à queima-roupa por um elemento não uniformizado e fora de serviço da Polícia Nacional de Timor-Leste" (PNTL), disse à Lusa uma fonte oficial da missão das Nações Unidas (UNMIT).

"O polícia acertou primeiro numa perna e depois deu três tiros na cabeça do segurança", relatou à Lusa, poucos minutos após o incidente, Germano da Silva, um dos organizadores da campanha do CNRT em Viqueque.

Antes de fazer qualquer cometário, a candidatura de Xanana quer que seja investigado porque é que um polícia da esquadra de Uatulari se encontrava em Viqueque, sede do distrito, sem requisção e armado, disse José Luís Guterres.

A Fretilin, adversária do CNRT nesta campanha para as legislativas, exige, por seu turno, saber porque é que o segurança de Xanana se encontrava armado.

A campanha eleitoral para as legislativas de 30 de Junho teve início a 29 de Maio e tanto o CNRT como o partido maioritário FRETILIN escolheram os distritos do leste do país para os primeiros dias de comícios e contactos com a população.

A FRETILIN tem uma forte implantação no distrito de Viqueque, onde Francisco Guterres "Lu Olo" obteve a 09 de Maio mais do dobro dos votos de José Ramos-Horta, que venceu as eleições presidenciais com o apoio do CNRT.

6 comments:

Anonymous said...

O derramamento de sangue é abominável!
O comandante Xana Gusmão bem melhor lhe teria sido ter ficado do lado de moderador, durante as eleições, do que ambicionar vir a ser o Primeiro-Ministro de Timor.
Moderação senhores!
Com tiros e abates não vão a lado nenhum!
Jose de Alguidares de baixo

Anonymous said...

Se pensam que e' com este tipo de crimes que vao amedrontar o Xanana e o CNRT estao enganados.

Este incidente e' mais uma razao para destituir o grupo de Maputo de qualquer poder politico em Timor.

Forca Xanana Gusmao!
VIVA O CNRT!
VIVA A UNIDADE NACIONAL!

Anonymous said...

Mmmmmmmmmmmmm mas no grupo do Maputo está incluído José Ramos Horta... Afinal como é? Eles não trabalharam para glorificar o heroi Xanana?
José de Alguidares de Baixo

Anonymous said...

XANANA ESTA A INCENDIAR TIMOR. A FRETILIN NAO E O GRUPO DE MAPUTO E LUOLO E DE VIQUEQUE, REUTO FORTE DA FRETILIN. PORQUE TERA LEVADO XANANA HOMENS ARMADOS NA SUA CAMPANHA? SERIA JA A PENSAR EM PROVOCAR? PERGUNTAR NAO OFENDE MAS ESTE SENHOR XANANA O MELHOR QUE TEM A FAZER E DEIXAR DE FAZER O QUE NAO SABE. XANANA DE POLITICO NAO TEM NADA. TALVEZ POSSA AINDA SER UM BOM AGRICULTOR.
FFARMEIRO DE BATATAS

Anonymous said...

Provou-se que Xanana Gusmão percebe tanto de política como de lagares de azeite. Xanana é um heroi de conveniência política e um ponta de lança para os "giros" de Ramos Horta de quando andou a clamar pelo mundo fora a autodeterminação do povo Timor-Leste. Os políticos tanto fazem herois como os abatem na altura própria! E o Horta (politicamente e até moralmente) nunca conheceu o vizinho do lado. Conhece-se a ele próprio, os copos e umas raparigas da primeira apanha, que as "xuta" quando está enfrascado delas. Xanana é um Roberto de feira que é manejado a bom contento do Horta.
O Xanana deve sim is plantar café, comprar uma cana e ir à pesca.
Ponto final!
José de Alguidares de Baixo

Manuel Carlos said...

Ohhhhh senhor Joseh e se fosse dar opinioes em Alguidares do meio?
Manuel Carlos