Wednesday, 13 June 2007

Internet pode salvar idiomas em vias de extinção



Internet pode salvar idiomas em vias de extinção
Idiomas ameaçados como o galês, o navajo e o bretão estão a reconquistar adeptos e popularidade dentro das suas comunidades, tudo graças à Internet




David Crystal, especialista no idioma galês, afirmou que a Internet pode evitar o lamentável destino que parecia reservado a cerca de metade dos 6,5 mil idiomas em declínio no mundo.

As projecções indicam que metade destes idiomas está condenada a desaparecer antes do final do século XXI, num ritmo assustador que extingue cerca de duas linguagens por mês.

«A Internet dá uma nova possibilidade a estas linguas, permite-lhes conquistar uma voz pública de uma forma que não teria sido possível antes», afirmou Crystal, autor de mais de 50 volumes sobre idiomas, entre os quais a Cambridge Encyclopedia of Language.

Os idiomas em risco de extinção insinuam-se em blogs, serviços de mensagens instantâneas, chats, no YouTube, no MySpace e a sua presença no mundo virtual atrai o apoio dos jovens.

«Não importa o quanto uma pessoa se dispuser a defender um idioma; se não conseguir atrair os jovens e pais da próxima geração, o resultado será nulo», afirmou Crystal, criado em sistema 'bilingue', em inglês e galês.

«E o que interessa mais aos adolescentes do que a Internet nos dias que correm? Se uma linguagem conquista espaço na rede, há mais probabilides de cativar os jovens».

A enciclopédia online Wikipédia - escrita e mantida por voluntários - tem entradas em dezenas de idiomas ameaçados, do cherokee dos indígenas norte-americanos ao tetum, uma linguagem da austronésia, falada por menos de um milhão de pessoas em Timor Leste, até ao idioma maori, da Nova Zelândia.

Existem dezenas de chat em galês para os cerca de 600 mil utilizadores do idioma - pouco mais de 20% da população galesa.

Crystal disse que existem cerca de 50 ou 60 idiomas no mundo que estão reduzidos a um único falante, e que cerca de duas mil línguas jamais foram registadas em forma escrita. «Se estes idiomas morrerem, será para sempre», comenta. «Uma terrível perda para a herança cultural da humanidade. A Internet é muito importante para evitá-lo»

3 comments:

Luis Simoes said...

Por estas e por outras considero muito importante este anúncio:

direitos da Mulher
Vote pela FRETILIN!
Eleições Legislativas de 2007

"Defendemos a independência de Timor-Leste"

Comunicado de imprensa
12 Junho 2007

Programa da FRETILIN para Bolsas de Estudo para promoção dos direitos da Mulher

O Governo da FRETILIN criará um programa de bolsas de estudo, como forma de encorajar as raparigas a completar o ensino primário, secundário e universitário, como parte dos seus objectivos para desenvolver o estatuto da mulher.

O programa de bolsas de estudo criará, inicialmente, algumas centenas de bolsas para cada um dos 13 distritos, tendo início no próximo ano.

O Secretário-Geral da FRETILIN, Dr. Mari Alkatiri, disse hoje que o segundo mandato do governo da FRETILIN assegurará que mais raparigas tenham a oportunidade de completar os estudos primário, secundário e universitário, em Timor-Leste.

O compromisso do partido em criar um programa de bolsas de estudo foi realizado durante um diálogo de 6 horas com representantes da FRETILIN de Díli e outras áreas.

Dr.Alkatiri disse que o número de bolsas de estudo a ser criado será avaliado cada ano, dependendo das receitas vindas dos recursos petrolíferos de Timor-Leste.

"Isto é uma iniciativa da FRETILIN que é viável, sustentável e efectiva, com o objectivo de melhorar o nível de educação, particularmente da escola primária até à universidade e assegurar que as raparigas completem a sua educação até ao nível universitário", disse o Dr Alkatiri.

Há, actualmente, mais oportunidades para rapazes estudarem no ensino secundário e pós-secundário. Isto deve-se às barreiras financeiras e culturais que impedem as mulheres de completar os seus estudos.

"Não se pode excluir 50% da população de participar no desenvolvimento económico, social e politico da sociedade e da nação. Isto é o que efectivamente se está a fazer, e continuará a ser feito caso as barreiras não sejam removidas, de forma a que a mulher desenvolva os seus enormes potenciais.

A FRETILIN tem um historial, do qual se orgulha, em promover os direitos da mulher e a igualdade do género. O programa das bolsas de estudo é uma prova do nosso compromisso em dar à mulher os mesmos direitos".

Para mas informação:
José Teixeira (+670) 728 7080, fretilin.media@gmail.com

www.timortruth.com, www.fretilin-rdtl.blogspot.com

Anonymous said...

Acreditem ou não o CNRT teve a lata de sobre a crise de 2006 ter escrito “Em 2006 a igreja liderou a sua primeira manifestação em 500 anos contra o Governo, declarando que o país tinha perdido fé na capacidade de Alkatiri liderar o país” (comunicado de 24 Maio 2007) e “Mesmo a igreja foi obrigada a ir para a rua liderando a sua primeira manifestação contra um governo (Fretilin) em 500 anos” (comunicado de 5 Junho 2007).

Talvez por estas e por outras o seu site seja todo em INGLÊS. Se não acreditem, vejam aqui s.f.f.: http://www.cnrt-timor.org./

Anonymous said...

ultimamente a margarida ja nem se identifica devidamente porque seria contraproducente para a sua campanha pro fretilin.

Coitada. Ja ninguem a leva a serio?

Pudera!