Saturday, 23 June 2007

Manuel Tilman considera imorais gastos da campanha de Xanana

O presidente da Aliança Democrática (AD) timorense considerou hoje, em Díli, que os gastos de Xanana Gusmão na campanha eleitoral das legislativas de 30 deste mês são "imorais e escandalosos" face à pobreza que reina em Timor-Leste.


Por José Sousa Dias
da Agência Lusa

Numa entrevista à Agência Lusa, Manuel Tilman, líder da coligação que junta o Kota, força política de que é presidente, e o Partido Popular de Timor-Leste (PPT), afirmou desconhecer a forma como o candidato a chefe do governo do Congresso Nacional de Reconstrução de Timor-Leste (CNRT) conseguiu obter "tanto dinheiro".

"Os gastos da campanha de Xanana Gusmão são exagerados, diria até imorais e escandalosos para um país tão pobre como Timor-Leste. Como é possível ter tanto dinheiro", afirmou o advogado e deputado timorense, que foi candidato às presidenciais de Maio deste ano, obtendo 4,9 por cento dos votos.

Tilman, 60 anos e licenciado em Direito pela Universidade Clássica de Lisboa, indicou que a sua coligação dispõe de "apenas cerca de 50 mil dólares" (37.300 euros) para gastar na campanha eleitoral, "significativamente menos" do que a do CNRT.

Por outro lado, o líder da AD mostrou-se confiante de que irá vencer as legislativas, defendendo que um "bom resultado" será obter a "maioria absoluta" e que "não aceitará" os resultados se não obtiver a votação que espera conseguir.

"Haverá então algo errado. E nós vamos protestar junto da CNE (Comissão Nacional de Eleições), do STAE (Secretariado Técnico de Administração Eleitoral), aos tribunais, onde for necessário", avisou.

Por outro lado, se os resultados forem "credíveis" - "nas eleições pode haver fraudes antes, durante e depois" - cumprirá o "acordo de cavalheiros" que mantém com a Fretilin, quer saia vencedor ou não.

Tilman, que na segunda volta das presidenciais de Maio último foi o único dos seis candidatos derrotados a apoiar o da Fretilin, Francisco Guterres "Lu Olo", acrescentou que não acredita em governos de unidade nacional, uma vez que, "em geral, não resultam", dado que as divergências acabam por os "minar".

Sobre os projectos políticos de governação, Manuel Tilman defende que a base para o equilíbrio de Timor-Leste passa pela aprovação de uma Lei da Segurança Social, que integra cinco subsídios: nascimento, abono de família, casamento, terceira idade e óbito.

9 comments:

Margarida said...

Pergunta Manuel Tilman – e muito bem! -:"Os gastos da campanha de Xanana Gusmão são exagerados, diria até imorais e escandalosos para um país tão pobre como Timor-Leste. Como é possível ter tanto dinheiro".

Pela boca do Xanana nunca viremos a saber pois na entrevista à Visão. ele ainda goza arrogante com esta questão. Vejamos como respondeu:

“Visão - Quem financia o seu partido?
Xanana - Amigos. Tenho-os em todo o lado do mundo, mas eles não querem aparecer.
Visão - Não seria mais transparente?
Xanana - Se eu quisesse ser transparente, ninguém ajudaria o partido.”

PS: Claro que os “amigos” de “todo o mundo” são os grandes interesses internacionais que querem deitar a mão ao petróleo do Mar de Timor e para isso precisam desesperadamente de correr com a Fretilin e o Mari, única maneira de nos levarem o petróleo!

Anonymous said...

O mais do mesmo, vão uns e aparecem outros chicos espertos e quem se lixa é sempre o Povo.
o financiamento dos partidos politicos deve ser legislado, e não deve haver segredos.
Tão jovem é a nossa democracia mas já com vicios quase incorrigíveis.
Assim é dificil...

Anonymous said...

Quem diz que não pode dizer quem financia é por que tem algo a esconder... devia ser mais transparente para não haver dúvidas sobre esta tão preciosa candidatura que surge para salvar o Povo de Timor Leste.

Anonymous said...

Hahahaha...

O Tilman pirou de vez. Juntou se ao outro maluco do PPT que se diz ser "rei de Portugal" e que a principe Charles e' o primo dele e que tem um "chip" implantado na cabeca com o qual consegue estabelecer contacto com extra-terrestres.

COm companhia destas o Tilman nao podia deixar de ser afectado da cabeca.

E ve-se pela declaracao de "vitoria absoluta" que acredita que o seu partido vai conseguir.

Mais um maluquinho.

Anonymous said...

Maluquinhos são os que como não sabem como responder à mensagem atacam o mensageiro!

Anonymous said...

Desta vez o Manuel Tilman até disse umas verdades acertadas por isso quem não sabe responder-lhe o anda a difamar.

Anonymous said...

Pois,pois e de que maneira os gastos exagerados! Há o vizinho do lado que tem "papel" em barda...
Não sabemos o que de bom tem o Xanana para ter assim tantos e mais amigos no mundo para lhe mandarem o "papelinho" para sua campanha eleitoral.
Aquele tempo (o das vacas gordas) já lá vai. Ninguém quer saber do heroismo do Xanana!
Agora há que preservar o "pitrolito" para os vizinhos e claro está a boa vizinhança futura.

Anonymous said...

Xanana Gusmao e acusado de ter ordenado a assassinio do timorense Aquiles, sargento do exercito portugues em Quelicai. Xanana e um criminoso a solta e por isso esta bem no meio de outros criminosos. Amigo de Wiranto, de Yunus, de Kiki Sianacry, de Railos (acusado de matar timorenses pelas costas em Tibar), Virgilio Smith (bebado atropelou uma crianca em Comoro e fugiu), Eduardo Barreto, alias, Du Sae, acusado de executar civis em Ermera), Rui Lopes (colaborador do massacre na Igreja de Suai), Eurico Guterres e nemesio de Carvalho (bem conhecidos milicias e facinoras),Abilio Osorio ( que lhe ofereceu a casa e propriedade onde vive que nem um nababo, longe dos campos de refugiados), Francisco Kalbuadi (financiador das milicias Aitarak e e acusado de trafego de criancas e, mulheres e trabalhadores para a Indonesia a coberto dos generais indonesios), Clementino Amaral (defensor dos Indonesios que massadraram os jovens em 12 de Novembro), Ze Luis Guterres ( O embaixador preguicoso que Ze Horta bem descreve no seu primeiro livro), o temivel assassino Oan Quiak que baleou o padre em Mercado Lama,e ainda outros mais.
Deus meu, a quem estamos entregues... Primeiro Ministro Xanana, ex-escriturario da Administracao Civil corrido do funcionalismo por crime de peculato e fraude.
De um camarada de Xanana na Fretilin e nas montanhas de Timor-Leste

Anonymous said...

08:41 tempo do MISERAVEL
Vitor Hugo